O Seu Portal de Baladas

Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2024

Policial

MT – Homem confessa ter matado família de ex-morador de Marechal Rondon

A mãe e três filhas foram mortas na cidade de Sorriso, no Mato Grosso.

Tocirculando
Por Tocirculando
MT – Homem confessa ter matado família de ex-morador de Marechal Rondon
Reprodução
IMPRIMIR
Espaço para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.

A mãe e três filhas foram mortas na cidade de Sorriso, no Mato Grosso. Algumas das vítimas residiram em Marechal Rondon. O crime ocorreu na sexta-feira (24), mas só foi descoberto nesta segunda-feira (27), quando vizinhos sentiram a falta da mãe e das filhas. O Corpo de Bombeiros e a Policia Militar foram acionados e ao invadir a casa, encontraram todas as elas sem vida.

A mãe Cleci Calvi Cardoso, 46 anos, e suas duas filhas, Miliane Calvi Cardoso, 19 anos, e Manuela Calvi Cardoso, 13 anos, foram encontradas com cortes profundos no corpo e no pescoço. A filha mais nova, Melissa Calvi Cardoso, 10 anos, foi asfixiada. Elas estavam sem roupas, e há indícios que foram violentadas e depois mortas com golpes de faca no pescoço.

 

A perícia realizada na casa onde quatro mulheres foram mortas revelou que o criminoso entrou pela janela e encontrou a primeira vítima, Cleci Calvi Cardoso, 46 anos, na cozinha. Ela lutou pela vida dela e das filhas, mas acabou sendo esfaqueada e estuprada pelo acusado, um pedreiro de 32 anos, que trabalhava em uma obra ao lado da casa das vítimas.

Publicidade

Leia Também:

“Após matar a mãe, ele foi em direção ao quarto. Na porta, existem marcas de contato que indicam que ele forçou a entrada no local. Existem também marcas no piso que correspondem ao chinelo do acusado”, afirmou o perito Gledson Emiliano.

 

Havia rastros de sangue com marcas de chinelo e pegadas descalças na casa, ambos compatíveis com o acusado. A criança mais nova foi esganada com um travesseiro. “Ela não apresentava lesões de arma branca, mas ainda não conseguimos determinar o intervalo de tempo entre as mortes”, explicou o perito. “A mãe e as duas filhas mais velhas têm lesões de defesa nas mãos e nos braços, com cortes nessa região”, disse o perito que analisou a casa. As vítimas estavam mortas na casa há pelo menos 48 horas.

Há indícios de abuso sexual nas vítimas, mas a confirmação virá através do laudo de necrópsia. A possibilidade de que o suspeito tenha contado com a ajuda de outras pessoas ainda não foi descartada.

 

Denúncia anônima
Com o início das investigações, a polícia recebeu uma denúncia anônima, apontando um pedreiro, que trabalhava em uma obra ao lado da casa das vítimas, como autor dos crimes.

A Policia Civil conseguiu identificar o criminoso, a partir do fato de que havia uma falha no seu chinelo, e esse mesmo defeito foi encontrado nas pegadas de sangue que foram deixadas na casa. Ele confessou o crime e foi encontrado com as calcinhas das vítimas, as quais guardou como recordação. Foi apurado também que o autor tem várias passagens pela polícia, incluindo tentativa de homicídio e estupro.

 

No Paraná
O pai da família executada era morador de Marechal Rondon, onde residem familiares. Ele é caminhoneiro e estaria em viagem ao Estado do Paraná quando ocorreu a tragédia e já foi para Sorriso-MT. Segundo familiares, o casal se conheceu em Marechal Rondon onde constituíram família e há cerca de 14 anos se mudaram para o Estado do Mato Grosso.

 

FONTE/CRÉDITOS: Portal Guaíra com informações do Portal Sinop
Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!